Computação, Conceitos, Programação

Onde e quando surgiu a programação ?

Tempo de leitura: 7 min

Considerações iniciais

Salve, programador(a)! Mais uma vez estamos aqui para trocarmos uma ideia sobre um tema que pode te ajudar aí na sua jornada de programador(a).

Espero que este texto acrescente de alguma maneira. Antes de iniciar a nossa conversa. Inscreva-se neste nosso canal Luaverse, no youtube também e receba muitas dicas de programação e tecnologia.

Se inscreva na nossa newsletter para não perder nenhum artigo do nosso blog.

Amigo(a) leitor(a), hoje iremos falar acerca do percurso histórico da computação. Aliás, falar em computação é falar em tecnologia. Aliás, a tecnologia, com a propagação da pandemia, tornou-se uma alternativa ainda mais acessada, viável, segura e prática para muitas atividades profissionais que antes eram mais comumente associadas ao presencial. Pensando nisso, sabemos que a tecnologia é um recurso indispensável para o nosso dia a dia, sobretudo, para nos comunicarmos, trabalharmos.

A computação está intimamente “juntinha” da tecnologia. Por a computação ser uma fonte ilimitada de conhecimento, você, hoje, já chegou a imaginar um mundo sem computação, sem tecnologia ? Ou melhor, que tal conhecer um pouco do percurso histórico da computação ?

Segue aqui! Venha entender.

Matemática e computação caminham juntos

É relevante entender que a história da computação está intimamente atrelada a da matemática.

Por exemplo, a ideia de número, bem como da representação de quantidade ganham suas primeiras contribuições por meio da matemática. De acordo com pesquisadores e estudiosos da área, o primeiro aparelho ou dispositivo que tem conhecimento é o ábaco que foi produzido na Mesopotâmia, 2500 a.C.

Este objeto permitia representar valores de maneira permanente, pois ao se mover uma peça de um lado a outro, o valor permanecia neste objeto e nessa movimentação das peças você poderia fazer contas de subtração ou de adição de forma prática e simples.

Esta ferramenta era muito usada para se fazer operações matemáticas do dia a dia, por exemplo, utilizar nas contas, comprar produtos. Ou seja, você poderia ter um melhor entendimento dos números seja para aumentar ou diminuir.

Um breve olhar do percurso histórico dos aparelhos eletrônicos

Depois do ábaco, outros dispositivos foram inventados para contribuir, melhorar a vida das pessoas que precisariam usar os números como um meio de vida ou entendimento dela, como exemplo, o astrolábio, as réguas de cálculo e os relógios. Mas deixo claro que nenhum deles era chamado de computador.

Leia também: Qual a diferença entre open source e software livre?

1613 a 1800

Os primeiros registros de uso da expressão “computador” foram em 1613, em um livro de Richard Braithwait. Mas o relevante de se refletir é que essa expressão não foi associada ao um tipo de aparelho e sim a um tipo de trabalho que as pessoas faziam. Ou melhor, eram pessoas que realizavam trabalhos por meio de cálculos que poderiam ter ou não a ajuda de aparelhos. Este tipo de trabalho continuou até os anos de 1800.

1964

Dando continuidade a nossa temática, no ano de 1964, o matemático alemão Leibniz, construiu um calculadora mecânica que ganhou o nome de contador de passos. Para ser mais claro, eles eram utilizados para contar a quilometragem, semelhante ao que temos nos carros.

Um ponto a ser falado é que estas calculadoras possibilitavam multiplicar e dividir também. Elas foram utilizadas por quase dois séculos.

Uma comparação com os tempos de hoje é a sua demora para apresentar os resultados que poderiam levar dias, diferente de hoje que temos resultados em frações de segundos.

1824

Pensando em um diferencial, no ano de 1824, o matemático inglês Charles Babbage, considerado como o pai do computador moderno, criou a maquina diferencial que, de forma geral, era um dispositivo mecânico que realizava cálculos mecânicos com polinômios (são equações que apresentam muitas variáveis). Ela também permitia calcular algoritmos e funções trigonométricas.

Vale ressaltar que o matemático inglês construiu esta máquina durante anos, mas não conseguiu concluí-la. Sabia que a parte que ele arquitetou possuía 25 mil componentes, peças e pesava em torno de 15 mil toneladas.

Quando foi 1991 historiadores deram continuidade a esta invenção do conhecido pai do computador moderno e, com anos de estudo, ela funcionou.

A máquina diferencial começou a ser montada, mas o inglês projetou um outro tipo de aparelho com configurações mais complexas conhecida como máquina analítica.

Com a junção dessas duas máquinas, foi construída a diferencial 02 que apresentava características parecidas com os computadores que temos hoje, como por exemplo, memória, impressora, possuía dispositivos de entrada (eram cilindros com números de 0 a 9 que podem ser associados aos teclados de computadores de hoje) , processamento e saída de dados.

Foi neste período que o matemático inglês contratou Ada Lovelace que seria conhecida como a primeira programadora do mundo. Foi ela que interpretou os códigos escritos por Charles e além disso entendeu que estes códigos também poderiam formar imagens. Foram muitas contribuições relevantes que os dois trouxeram ao mundo da computação

No ano de 1880, os EUA faziam um levantamento numérico para saber a população daquele país, seria, como exemplo, o censo que temos hoje.

Mas ele demorava muito para ficar pronto, e quando finalizava já estava desatualizado e partindo desta lacuna que o Herman Hollerith construiu a máquina eletromecânica.

Ou seja, esta máquina utiliza cartões perfurados para representar dados, por isso eram perfurados em lugares determinados que representam um número neste papel (os recenseadores visitavam as casas e dependendo da quantidade de pessoas, eles furavam em locais que correspondiam a quantidade de pessoas deste lugar), depois levavam o cartão até a aparelho eletrônico que era “lido” de forma mecânica com valores binários.

Com isso, o que antes levava até 10 anos para ser contabilizado, com a invenção do Herman passou a ser contabilizados em torno de dois anos.

Esses resultados impressionaram e despertaram interesses em diversos setores do mercado de trabalho e empresas começaram a ver grande produtividade e rendimento, caso investissem na tecnologia, na computação

Em 1924 criou-se a IBM (International Business Machines), empresa que se dedicou ao desenvolvimento de aparelhos eletromecânicos, depois deste interesse, muitas outras empresas começaram a surgir como a apple, microsoft e outras tão conhecidas hoje.

Amigo(a) leitor(a), observamos o percurso histórico da tecnologia de forma mais geral. Notamos que muitas das características deste aparelhos, objetos permaneceram até hoje. Mas que tal compreendermos como foi processo de evolução dos computadores especificamente.

Agora vamos entender um pouco dos primeiros registros dos aparelhos eletrônicos que ajudaram a construir os computadores de hoje.

1º geração

A primeira geração de computadores é formada por aparelhos pesados, grandes e com uma finalidade que é fazer cálculos.

Por exemplo, Havard Mark 01, de 1930 nos EUA, que é um aparelho eletromecânico construído por Grace Hoper e Howard Aiken e com a ajuda de Wavard e da IBM. Ela foi a primeira e maior calculadora automática do mundo.

Nesta primeira geração existe o ENIAC (Computador Numérico Eletrônico), feito em 1946 nos EUA por John Eckert e John Mauchly .

Este foi o primeiro computador digital eletrônico do mundo, foi desenvolvido durante a segunda guerra mundial para computar trajetórias táticas, contudo ele só se tornou operacional, com o fim da segunda guerra.

Com este computador, difíceis cálculos de balística passaram a ser feitos em torno de 30 segundos, se comparados as calculadoras manuais desta período que trariam resultados em torno de 12 horas. Que diferença!

2º geração (1959 a 1965)

Foi por meio do IBM 7094 que a segunda geração ganha grande destaque e a principio foram feitos para mecanismo de controles em usinas nucleares.

Uma relevante diferença é que antes usava-se válvulas, mas com estes computadores passam a usar os transistores (feitos com silício) e este material é usado até hoje em placas de computadores e componentes eletrônicos.

Uma outra mudança está relacionada ao tamanho dos computadores que nesta geração estavam cem vezes menores, ou seja, de toneladas passaram a pesar quilos, além da redução de consumo de energia.

3º geração (1965 -1970)

Sabia que foi neste período que um novo componente produziu um aumento fundamental para a melhorar a produtividade e velocidade de muitos computadores. Isso mesmo, são os materiais de silício que possuem uma grande facilidade para conduzir a energia elétrica e a partir deles surgiu a nomenclatura “semi condutor”.

Isso permitia que muitas ações fossem executadas em um tempo menor, o que agilizaria muitas ações do dia a dia das empresas.

Foi em 1964 a IBM produz o primeiro computador o “IBM sistem 360” utilizando circuitos integrados ou comumente conhecidos como chips pela sua estrutura física, embora apresentasse avanços, ainda era enorme e pesava muito.

Mas isso não impediu deste computador se destacar, o que faz com que os seus concorrentes ficassem “ultrapassados” se comparados a este computador que apresentou grande potencial.

Realizava em torno de 2 mil operações por segundos, o seu processamento de memória era baseado em bits.

O objetivo de serem produzidos era mais comercial. Foi o primeiro a ter modularidades, ou seja, quem o comprava poderia ter diferentes módulos de acordo com os seus desejos. Por ter essa flexibilização, diversas empresas se interessaram em adquiri-lo.

Com tantos avanços, surge a necessidade de se usar teclados para digitação de comandos e os monitores contribuíam para “ver” os sistemas operacionais dando seus primeiros passos.

4º geração (1970 – hoje)

É nesta geração que temos os computadores pessoais que são usados até os dias de hoje.

Foi nesta geração que o termo “microcomputadores” passou a ser usado. O motivo era por serem mais leves e por armazenarem mais arquivos e funções e tudo isso ocorreu por causa dos micro processadores que ajudaram a acelerar os computadores a serem mais acessíveis.

Para exemplificar tem-se o “Altair computer”. Sabia que foi por meio deste aparelho tecnológico que Bill Gates e Pol Haren que construíram a tão conhecida Microsoft.

No mesmo período os Steves Jobs e Steve Wozniak criaram a Apple que focava em projetos de computação pessoal que facilitava para usuários leigos, porque não era todo mundo que sabia usar um computador e a Apple trouxe este diferencial.

Foi com a Apple 02 que apresentou uma otimização de interface gráfica ainda não vista antes; poderia utilizar processadores de textos, planilhas e outros. Ela também foi pioneira na utilização de mouses pessoais e os sistemas operacionais gráficos como o making touch. Tempos depois o Windows lançou um sistema operacional parecido com o da Apple.

5º geração (contínua)

Nesta geração, passou-se a se usar um chip com mais de um núcleo, ou seja, com dois núcleos de processamento. Mas hoje existem os processadores que contém oito núcleos.

Melhor ainda, é nesta geração que percebemos que os computadores começaram a reduzir de tamanho, como por exemplo os Smart phones que tem uma capacidade de processamento elevadíssima e ao mesmo tempo apresenta baixo consumo de energia. Essas características fazem a diferença no dia a dia das pessoas, pois a praticidade e qualidade andam juntas.

Outro aspecto a ser falado são os microprocessadores que possuem um alto índice de rapidez nos comandos e processamentos de dados. Por exemplo, o recente lançamento do Apple com o novo macbook que é formado de um M1.

São avanços que contribuem para o dia a dia das pessoas seja em aspectos de trabalhos, familiares.

Considerações finais

Vimos que a tecnologia surgiu com elementos mecânicos (ábaco, régua, relógio), depois elétricos até chegar aos digitais como os de hoje. Observe que as novas tecnologias só surgiram por causa das lacunas, das falhas das tecnologias anteriores.

Note como as gerações de computadores foram resgatando agilidade, praticidade e leveza na sua estrutura física e digital. Diante do que foi exposto, notamos como a tecnologia está avançando e como ela está cada vez mais presente na rotina das pessoas e como se faz necessário o seu uso para atender as demandas socais, profissionais que ocorrem.

Aproveito a oportunidade para reforçar o nosso convite para se integrar a nossa comunidade; conhecer cada vez mais esse fascinante universo.

Mas, para isso, gostaria que você se inscrevesse na nossa newsletter que estará repleta de conteúdos como o que foi abordado. Contamos com a “presença” de vocês. Fiquem por dentro e nos acompanhem.

Esperamos que tenham gostado

Referências:

https://blog.bricsys.com/pt-br/quem-foi-o-primeiro-programador-de-computador/amp/

One thought on “Onde e quando surgiu a programação ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.